Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
28
Set 09
publicado por José Carlos Pereira, às 12:40link do post

Tem lugar amanhã o debate entre os candidatos à Câmara de Marco de Canaveses na Rádio Clube de Penafiel. Está agendado um segundo debate para o dia 8 de Outubro na Rádio Marcoense. Estas oportunidades não podem ser desperdiçadas pelos candidatos da área democrática para interpelarem Avelino Ferreira Torres sobre assuntos que “desmascaram” a sua governação anterior e põem a nu as suas debilidades. Cito alguns exemplos:

- Como se sente na pele de candidato condenado a pena de prisão, embora com execução suspensa, por crimes praticados enquanto presidente da Câmara? Sente orgulho por isso? Confiaria a condução dos seus negócios privados a uma pessoa condenada por crimes de gestão danosa? Apresenta-se como um exemplo de conduta aos marcoenses?

- O que pensa do facto do segundo candidato da sua lista ter sido também condenado a prisão, com pena suspensa, por crime continuado praticado no exercício de funções de vereador?

- Quanto custa a sua campanha eleitoral e quem a paga? Qual é a estimativa de custo para os meios utilizados, que superam o conjunto dos meios de todos os seus concorrentes?

- A dívida de 45 milhões mais juros que deixou como herança, e obriga ao pagamento de 300 mil euros por mês à banca, foi a contrapartida de que obras estruturantes? Que investimentos reprodutivos e fulcrais para a qualidade de vida dos marcoenses foram concretizados? Água e saneamento? Parques empresariais qualificados? Incubadoras de empresas? Biblioteca? Arquivo Municipal? Teatro? Centro cultural? Sala de espectáculos? Infra-estruturas turísticas de qualidade? Requalificação da cidade e dos principais pólos urbanos? Onde estão os investimentos que justificam o “prémio” de ter sido a segunda Câmara do país a declarar a ruptura financeira?

- Como justifica o negócio do cineteatro Alameda com um grupo imobiliário local? Não acha que foram depauperados os dinheiros públicos ao decidir pagar dois milhões de euros por uma obra inacabada, que devia ter sido concluída pelo empreiteiro que adquirira o imóvel?

- Qual foi a sua posição na negociação do contrato de concessão da água e saneamento e o que é que pensa hoje sobre esse contrato? Qual foi o sentido do seu recente depoimento no Tribunal Arbitral?

- É uma coincidência que o mesmo grupo imobiliário estivesse envolvido no negócio do cineteatro Alameda, participasse na concessão da água e saneamento e ainda fosse adjudicatário de várias obras da autarquia?

- Quantos milhões foram transferidos para o Futebol Clube do Marco, através de direcções que sempre lhe foram fiéis, com resultados que conduziram à falência e extinção do clube?

- Como justifica a ilegalidade de assumir compromissos não cabimentados, de valor superior a três milhões de euros, na véspera das últimas eleições?

- Como justifica as sucessivas ilegalidades detectadas pela Inspecção-Geral de Finanças e Inspecção-Geral das Autarquias Locais, com várias participações efectuadas nos tribunais?

- Como justifica o plano de recrutamento de pessoal para a autarquia ao longo dos anos? É simples coincidência o facto de diversos dirigentes, autarcas e familiares de autarcas do partido por que sempre concorreu serem funcionários da autarquia?

Estes debates radiofónicos são importantes porque permitem confrontar Ferreira Torres com a realidade e com o peso da sua “herança”. Mais uma vez, afirmo que o que está em jogo, em primeiro lugar, é salvaguardar o respeito pelas regras mais elementares do jogo democrático na nossa terra. Será bom que os candidatos que se opõem a Ferreira Torres não esqueçam o exemplo de Amarante em 2005, em que o PSD cedo percebeu que não podia ceder à tentação de querer colocar Armindo Abreu e Ferreira Torres no mesmo plano, sob pena de causarem danos irreparáveis ao município, contribuindo para a vitória de Torres.

 


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO