Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
30
Set 09
publicado por António Santana, às 19:19link do post | comentar | ver comentários (18)

 O concelho do Marco de Canaveses vai sofrer uma alteração significativa, nos  próximos tempos. Há uma série de projectos em desenvolvimento que potenciarão a região e por isso necessitam que se façam as escolhas certas, nestas eleições. Falo da electrificação da linha ferroviária até á estação e a sua continuidade até à Régua. Falo da nova escola Secundária e dos novos Centros escolares. Falo da ligação do baixo concelho à A4. Falo da continuidade da Bienal da Pedra e do aproveitamento do Museu da Pedra, como forma de desenvolver o baixo concelho. Falo do projecto de aproveitamento turístico da Barragem do Carrapatelo, para parque Hoteleiro. Falo dos Hotéis a construir em Mosteirô, concelho de Baião, mas que estão junto ao limite de Marco de Canaveses e, como tal aumentam a oferta de camas na região. Tudo isto obriga a uma mentalidade diferente da que teve a gestão autárquica de Avelino Ferreira Torres. Agora não é necessária a construção desenfreada e desordenada. Vai ser necessário o respeito pelo ambiente, um plano director Municipal que contemple estas novas realidades. Um actor que perceba que os jovens irão ter ensino obrigatório até ao 12º ano e que serão mais exigentes, no futuro.  Um gestor que perceba que terá que apostar a educação profissional. Um homem que seja capaz de perceber o mundo que existe hoje.  Para isso é necessário saber respeitar os outros e respeitar uma sã convivência em sociedade. Para isso é necessário entender que se os jovens se sentem bem no centro da cidade, só teremos que lhes dar condições para que disfrutem desse espaço. Não é tirando-os daí que vamos ao seu encontro. É em suma,necessário ter cultura democrática enraizada. Na minha opinião Manuel Moreira reúne essas condições, por isso tem o meu apoio.


publicado por José Carlos Pereira, às 18:45link do post | comentar

Entre os autarcas que estão de saída em Marco de Canaveses falta falar dos presidentes de Junta de Freguesia. São dez os que não se recandidatam e entre eles há casos muito diferentes.

Abílio Ribeiro (PS/Constance) e Vale Pinto (PSD/Vila Boa de Quires) saem por vontade própria. São os números dois das respectivas listas, o que, em caso de vitória poderá fazer deles os próximos presidentes das Assembleias de Freguesia.

Hernâni Pinto (Ind./Rio de Galinhas) é um dos nomes mais destacados a sair. Figura de relevo na oposição a Ferreira Torres, conquistou em circunstâncias ímpares a freguesia de Rio de Galinhas pelo PS, tendo passado ao estatuto de independente durante o presente mandato por divergências com a concelhia do PS. Assumiu publicamente o apoio às candidaturas do PSD para a Câmara e para a Junta de Freguesia.

Alcino Vieira (Ind./Santo Isidoro) sai no final de um mandato difícil em que não conseguiu constituir o executivo da Junta de Freguesia. A inexistência de maioria e as divergências entre as forças políticas impediram o consenso necessário. Foi candidato a deputado pelo CDS-PP nas eleições do último domingo, o que permite antever novos voos para o futuro próximo.

Manuel Couto (PSD/Freixo) sai ao fim de dois mandatos, depois de ter suspendido funções durante boa parte deste ano. Teve uma vitória histórica em 2001, mas a sua vida profissional e académica contribuiu para o afastar da actividade autárquica.

Carlos Monteiro (CDS-PP/Várzea de Ovelha e Aliviada) sai da Junta mas candidata-se à Assembleia Municipal pela lista de Norberto Soares.

Adão Veríssimo (CDS-PP/Avessadas), João Machado (CDS-PP/Manhuncelos), José Ferreira (CDS-PP/Paredes de Viadores) e José Leitão do Couto (Ind./ Penha Longa) são os restantes presidentes que cessam funções. Adão Veríssimo chegou a integrar a Mesa da Assembleia Municipal durante boa parte do anterior mandato.


publicado por José Carlos Pereira, às 12:45link do post | comentar

O Agrupamento 1173 Fornos (Marco de Canaveses) do Corpo Nacional de Escutas escreveu-nos para divulgar  a realização, no próximo sábado, dia 3 de Outubro, da grande festa dos Lobitos do Núcleo Este, Região do Porto - X Lobieste.

O encontro começará com uma recepção no Complexo Paroquial de Fornos  e decorrerá em oito locais diferentes da cidade, envolvendo mais de duas centenas de jovens com idades compreendidas ente os 6 e os 10 anos de idade.


publicado por José Carlos Pereira, às 00:30link do post | comentar | ver comentários (13)

O debate da Rádio Clube de Penafiel começou com a novidade que era conhecida por nós desde a noite anterior. Sabíamos que Ferreira Torres não respondera ao convite da RCP, mas cumprimos a solicitação de não divulgar esse facto até que a rádio emitisse a sua nota sobre o assunto. Lamenta-se mas não se estranha a atitude de Ferreira Torres, que apenas Manuel Moreira criticou no lançamento do debate. E agora os quatro candidatos aceitam serenamente a presença de Ferreira Torres no debate da Rádio Marcoense?

O modelo do debate seguiu a nova moda iniciada pelas televisões. O jornalista, no caso António Orlando, apenas faz a ligação entre os temas pré-seleccionados, o que torna o debate pouco vivo e acutilante. Ainda assim, foi melhor a segunda parte, uma vez que a questão financeira e a área social suscitaram uma troca mais viva de opiniões.

Manuel Moreira esteve muito voltado para a obra que fez no mandato que está a terminar e olhou menos para o futuro. Esteve bem na abordagem à situação financeira, denunciando a realidade que encontrou na Câmara. Não disse se estava aberto a coligações em caso de vitória sem maioria.

Norberto Soares foi o único que se pronunciou sobre a matemática pós-eleitoral, ao assegurar mais uma vez que não será segundo de ninguém. Criticou o esbanjamento do actual executivo em assessorias e com o motorista. Por ele, até de bicicleta ou a pé desempenhava a função.

Artur Melo esteve combativo no debate e insistiu na negociação do contrato com a Águas do Marco, muito embora Moreira lhe tenha referido que também esgotara a via negocial antes de avançar para a modificação unilateral do contrato. Enalteceu o historial de combatividade e de oposição dos autarcas do PS e deixou clara a sua opção pela via empresarial. Depois de anunciar uma empresa municipal para a área do turismo, lançou no debate a ideia de uma agência municipal para o investimento.

António Varela foi vigoroso na crítica a Ferreira Torres ao dizer que a gestão do ex-presidente deu um tratamento "abaixo de cão" aos marcoenses. Apontou o dedo ao facilitismo na gestão do Rendimento Social de Inserção, associando Cristina Vieira a esse facto. Foi infeliz ao referir-se a ausências do vereador Luís Almeida em algumas votações do executivo, por aquilo que lhe tinha sido dito, embora não soubesse se era assim ou se era boato. Ora, se Luís Almeida se absteve de participar em alguma votação foi tão só por considerar que, eticamente, essa era a atitude mais adequada.

 


29
Set 09
publicado por José Carlos Pereira, às 19:05link do post | comentar | ver comentários (2)

O meu amigo José Aguiar, licenciado em filosofia, professor e especialista na área da educação, escreveu-nos desde Inglaterra, onde está radicado há alguns anos. Aguiar chegou a ser líder da concelhia da Juventude Socialista em meados dos anos 80, tendo sido meu contemporâneo na secundária e na universidade.

Refere José Aguiar que acompanha o Marco 2009 e lamenta a falta de debate de ideias e de propostas neste período pré-eleitoral. Diz que é disso que o concelho necessita para se afastar do "discurso paroquial e populista com que temos sido prendados nas ultimas  décadas".

Entretanto, envia-nos a revista "Healthier Inside", em que publica um artigo intitulado "Citizenship and young offenders" (págs. 10 e 11), dando conta da sua experiência na ressocialização e na educação para a cidadania de jovens delinquentes. É bom ver mais um marcoense a ser bem sucedido num dos países mais desenvolvidos e competitivos da Europa.


publicado por José Carlos Pereira, às 12:45link do post | comentar | ver comentários (2)

O desemprego em Marco de Canaveses voltou a conhecer um novo máximo em 2009: no final do mês de Agosto eram 3.582 as pessoas registadas no centro de emprego de Amarante. Em relação a Julho, houve mais 104 marcoenses a cair no desemprego.

De acordo com os dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional, Marco de Canaveses continua a ser o quarto concelho mais atingido pelo desemprego na subregião do Tâmega e Sousa, atrás de Paredes (aumentou para 5.521), Amarante (cresceu para 3.918) e Felgueiras (subiu para 3.622).


publicado por José Carlos Pereira, às 08:45link do post | comentar | ver comentários (2)

Daqui a pouco mais de uma hora tem início o debate na Rádio Clube de Penafiel (91.8) entre os candidatos à presidência da Câmara de Marco de Canaveses, que será retransmitido às 21 horas. Pode seguir aqui a emissão online da RCP.

Que surpresa(s) nos reservará este debate?


28
Set 09
publicado por José Carlos Pereira, às 12:40link do post | comentar | ver comentários (11)

Tem lugar amanhã o debate entre os candidatos à Câmara de Marco de Canaveses na Rádio Clube de Penafiel. Está agendado um segundo debate para o dia 8 de Outubro na Rádio Marcoense. Estas oportunidades não podem ser desperdiçadas pelos candidatos da área democrática para interpelarem Avelino Ferreira Torres sobre assuntos que “desmascaram” a sua governação anterior e põem a nu as suas debilidades. Cito alguns exemplos:

- Como se sente na pele de candidato condenado a pena de prisão, embora com execução suspensa, por crimes praticados enquanto presidente da Câmara? Sente orgulho por isso? Confiaria a condução dos seus negócios privados a uma pessoa condenada por crimes de gestão danosa? Apresenta-se como um exemplo de conduta aos marcoenses?

- O que pensa do facto do segundo candidato da sua lista ter sido também condenado a prisão, com pena suspensa, por crime continuado praticado no exercício de funções de vereador?

- Quanto custa a sua campanha eleitoral e quem a paga? Qual é a estimativa de custo para os meios utilizados, que superam o conjunto dos meios de todos os seus concorrentes?

- A dívida de 45 milhões mais juros que deixou como herança, e obriga ao pagamento de 300 mil euros por mês à banca, foi a contrapartida de que obras estruturantes? Que investimentos reprodutivos e fulcrais para a qualidade de vida dos marcoenses foram concretizados? Água e saneamento? Parques empresariais qualificados? Incubadoras de empresas? Biblioteca? Arquivo Municipal? Teatro? Centro cultural? Sala de espectáculos? Infra-estruturas turísticas de qualidade? Requalificação da cidade e dos principais pólos urbanos? Onde estão os investimentos que justificam o “prémio” de ter sido a segunda Câmara do país a declarar a ruptura financeira?

- Como justifica o negócio do cineteatro Alameda com um grupo imobiliário local? Não acha que foram depauperados os dinheiros públicos ao decidir pagar dois milhões de euros por uma obra inacabada, que devia ter sido concluída pelo empreiteiro que adquirira o imóvel?

- Qual foi a sua posição na negociação do contrato de concessão da água e saneamento e o que é que pensa hoje sobre esse contrato? Qual foi o sentido do seu recente depoimento no Tribunal Arbitral?

- É uma coincidência que o mesmo grupo imobiliário estivesse envolvido no negócio do cineteatro Alameda, participasse na concessão da água e saneamento e ainda fosse adjudicatário de várias obras da autarquia?

- Quantos milhões foram transferidos para o Futebol Clube do Marco, através de direcções que sempre lhe foram fiéis, com resultados que conduziram à falência e extinção do clube?

- Como justifica a ilegalidade de assumir compromissos não cabimentados, de valor superior a três milhões de euros, na véspera das últimas eleições?

- Como justifica as sucessivas ilegalidades detectadas pela Inspecção-Geral de Finanças e Inspecção-Geral das Autarquias Locais, com várias participações efectuadas nos tribunais?

- Como justifica o plano de recrutamento de pessoal para a autarquia ao longo dos anos? É simples coincidência o facto de diversos dirigentes, autarcas e familiares de autarcas do partido por que sempre concorreu serem funcionários da autarquia?

Estes debates radiofónicos são importantes porque permitem confrontar Ferreira Torres com a realidade e com o peso da sua “herança”. Mais uma vez, afirmo que o que está em jogo, em primeiro lugar, é salvaguardar o respeito pelas regras mais elementares do jogo democrático na nossa terra. Será bom que os candidatos que se opõem a Ferreira Torres não esqueçam o exemplo de Amarante em 2005, em que o PSD cedo percebeu que não podia ceder à tentação de querer colocar Armindo Abreu e Ferreira Torres no mesmo plano, sob pena de causarem danos irreparáveis ao município, contribuindo para a vitória de Torres.

 


publicado por José Carlos Pereira, às 01:00link do post | comentar | ver comentários (34)

O PS acompanhou a onda de vitória no distrito do Porto e no país e venceu as eleições legislativas em Marco de Canaveses.

O PS registou 11.970 votos (43,04%), o PSD teve 8.309 votos (29,88%), o CDS-PP alcançou 3.483 votos (12,52%), o BE teve 1.862 votos (6,69%) e a CDU contou com 983 votos (3,53%). Os votos nulos (309 votos; 1,11%) e brancos (257 votos; 0,92%) ocuparam as posições seguintes. Votaram 27.812 marcoenses, o que fixou a abstenção em 39,06% dos inscritos.

O resultado do PS esteve acima da média distrital, mas correspondeu a uma descida de 404 votos face a 2005. O PSD subiu 180 votos em relação a 2005. CDS-PP, BE e CDU também subiram face aos resultados de 2005.

O PSD apenas ganhou em 7 freguesias de Marco de Canaveses e num concelho do distrito do Porto.

Luís Vales acabou vítima do resultado do PSD e foi o primeiro não eleito da lista do círculo do Porto. Era o 13º da lista e o PSD apenas elegeu 12 deputados. Terá, assim, de esperar pela renúncia ou suspensão de mandato de algum deputado eleito para poder estrear-se na Assembleia da República.

 

 

 


27
Set 09
publicado por José Carlos Pereira, às 10:00link do post | comentar | ver comentários (2)

Em dia de eleições legislativas convém não esquecer que só faltam duas semanas para as eleições autárquicas. A Rádio Clube de Penafiel escreveu-nos para divulgar o seu ciclo de debates. O debate entre os candidatos de Marco de Canaveses é já na próxima terça-feira:

 

"O Rádio Clube de Penafiel (RCP 91.8 FM) realiza na próxima terça-feira, dia 28 de Setembro, um debate com os candidatos à Presidência da Câmara do Marco de Canaveses. A iniciativa insere-se num ciclo de debates que a estação pretende levar a cabo no âmbito das eleições autárquicas 2009.

O debate Marco/Autárquicas09, moderado pelo jornalista, António Orlando, obedecerá a um conjunto de temas que as diferentes candidaturas querem ver discutidos, nomeadamente: Desenvolvimento Económico e Social, Ensino, Ambiente, Situação financeira do Município, Obras realizadas, etc.

O debate sobre a corrida autárquica no Marco de Canaveses será realizado nos Estúdios da Estação em Penafiel, com transmissão, em directo, no RCP 91.8 FM entre as 10 e as 12 horas e em diferido nesse mesmo dia entre as 21 e as 23 horas.

O ciclo de debates RCP/Autárquicas09 estende-se a outros municípios da região do Tâmega e Sousa: Castelo de Paiva, segunda-feira, dia 28 Setembro; Paços de Ferreira, dia 30; Paredes, dia 01 de Outubro; Penafiel, dia 02 e Lousada, domingo, dia 4 do mesmo mês Outubro. A discussão com os diferentes candidatos começa sempre às dez horas (directo) e 22 horas (diferido)."

 

 


26
Set 09
publicado por António Santana, às 23:43link do post | comentar

 Na politica passaram-se coisas interessantes. A nível nacional, de um empate passou-se para uma vitória alargada. Veremos no final do dia 27 de Setembro.  

A nível local passou-se de uma impossibilidade a uma realidade. Veremos como vai reagir a população a 11 de Outubro. O importante é que tudo se passe com dignidade e elevação. Veremos se somos capazes.

A nível desportivo, foi com satisfação que vi o Marco 09, em seniores, a iniciar o campeonato com um derby local e vencer. O Livração foi um digno vencido. Os seus dirigentes estiveram ao melhor nível. Parabéns. Ganhámos e ficamos satisfeitos, mas o ambiente que se viveu foi de longe o que melhor podia ter acontecido. Desportivismo, respeito, luta pela vitória, mas grande dignidade. Espero que seja o mote para os restantes derbys locais. 

Saliento a juventude da equipa do Marco 09. Na equipa jogaram 3 atletas com 21 anos, um com  19 anos, um com 18 anos e um com 17 anos. Portaram-se com o desportivismo que se lhes pediu. Os outros atletas, todos naturais ou residentes  do nosso concelho, dignificaram este novo clube. Foi uma bela tarde. Prenúncio de um novo modo de ver o futuro na nossa terra.

As coisas acontecem fazendo-se, e para isso é necessário actuar. Se queremos um futuro melhor, temos que trabalhar para o conseguir, e isso é o que nos pode diferenciar.

 

P.S. - Ao meu amigo João Lima : Azul por clube nacional, vermelho por clube local, mas de todas as cores pela amizade.


publicado por João Monteiro Lima, às 20:00link do post | comentar

O dérbi entre o Marco 09 e o GD Livração terminou com a vitória por 2-0 do mais novo clube marcoense.

Retive do jogo um grande golo do Marco 09 (o 2º), o Livração desorientado na segunda parte, um árbitro tendencioso, um juíz de linha que não sabia o que fazer com a bandeira.

Outro problema foi a falta de bolas no Estádio Municipal bem como algumas reações de quem estava a ser pago para trabalhar e não para responder à bancada. Um assunto a rever pelos responsáveis por tais pessoas.

Foi bom ver tanta gente no Estádio Municipal. Vi também, numa eventual missão de espionagem, os meus amigos e leitores do Marco2009, Nuno Pinto e Carlos Miguel Aguiar.

Gostei da atitude do treinador do Marco 09, João Monteiro, que não só não se cansou de incentivar os seus atletas como, já com a vitória garantida, continuava a fazer acertos nos posicionamentos dos jogadores.

Não gostei da atitude do treinador do Livração, que esteve praticamente estático e demorou a fazer as substituições.

Triste foi ver que quem nunca "vai à bola" e só porque estamos em véspera de eleições, lá tenha aparecido. E lá vimos candidatos que nem quando o jogo é à porta de casa lá vão e hoje resolveram ir à bola. Não os vi em Baião, a ver o jogo com o Soalhães, nem em Vila Caíz, nem no Américo Monteiro. Houvesse eleições todos os anos e clubes das nossas freguesias teriam mais adeptos e sócios.

tags:

publicado por José Carlos Pereira, às 12:30link do post | comentar

A leitora Adriana Reis escreveu-nos para divulgar dois blogues de jovens marcoenses:

 

"Olá Boa Tarde
Não sou uma leitora assídua do vosso blogue Marco2009, mas gosto do trabalho que vão desenvolvendo e sempre que posso, procuro dar uma vista de olhos. Como sei que têm uma secção para divulgarem as coisas boas que se vão fazendo pelo Marco, gostaria de propor divulgarem o site
http://naviv.blogspot.com/ que conta com a participação de muitos jovens marcoenses, incluindo a minha, jovens esses que felizmente se preocupam com o futuro do Marco, e que aos poucos vão mostrando o bom nível de cultura, seriedade e também humor que se pratica no meio digital português, provando que a juventude quer continuar a remar para elevar o bom nome e carisma não só do Marco, mas também de Portugal.
E já agora o endereço do livro de ouro dos caminheiros do agrupamento de Fornos:
http://livrodeourocamis1173.blogspot.com/ que tal como o nome indica, é o livro, em formato digital, que regista todas as actividades que a IVª secção vai realizando ao longo do ano, com muitas fotos e vídeos engraçados, notícias e convites para actividades futuras.
 
Agradeço a vossa disponibilidade
Adriana Reis
...naviviana, Chefe de Equipa (Fernando Pessoa) e Marcoense com muito gosto!
"

 


publicado por João Monteiro Lima, às 11:20link do post | comentar

Estão enganados os leitores que pensam que me estou a referir ao FC Porto - Sporting de hoje.

O grande jogo do fim-de-semana é o Marco 09 - GD Livração, jogo que se disputa hoje às 17 horas no Estádio Municipal.

Este é primeiro de muitos confrontos, ou melhores, encontros entre equipas do Marco, que se disputarão ao longo da época na 2ª Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto.

Espero assistir a bom jogo de futebol e espero que o "fair-play" seja a imagem de marca das equipas marcoenses que disputam este campeonato.

E que vença o melhor.

 

P.S.: Estarei atento a ver o meu Amigo António Santana (dirigente do Marco 09) a torcer pelos "vermelhos" contra os "azuis". Alguma vez teria que ser.

tags:

25
Set 09
publicado por José Carlos Pereira, às 22:00link do post | comentar

Textos escritos no Incursões, em tempo de campanha para as legislativas:

 

Um voto positivo

 

Cavaco encontra culpado

 

Também lá fui

 

Vergonha presidencial

 

O engraçadismo confrangedor

 

A despesa pública

 

Asfixias

 


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO