Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
13
Jan 09
publicado por José Carlos Pereira, às 22:00link do post

Recuperando as memórias de um passado recente, chegámos ao momento marcante das eleições autárquicas de 2001. Avelino Ferreira Torres tinha perdido um vereador em 1997, não retirando qualquer vantagem por ter “amarfanhado” o PSD, e em 2001 muita gente acreditava que era possível infligir a primeira derrota a Avelino, retirando-lhe a maioria absoluta. O PS, com Nuno Lameiras, procurava consolidar o resultado anterior. O PSD voltava a jogo com Coutinho Ribeiro, o candidato de Luís Filipe Menezes, então presidente da distrital, que nunca contou com o apoio e a solidariedade da concelhia local.

Apesar das contrariedades, Coutinho Ribeiro conseguiu mobilizar um grupo pequeno, é certo, mas muito motivado e empenhado em dar um grito de revolta. Quem a viveu sabe que essa foi a candidatura de uma geração, com marcas de irreverência, espontaneidade e muita generosidade. Os meios eram escassos, mas a vontade movia montanhas. Os adversários estavam fora, mas os inimigos andavam por perto.Tenho orgulho em ter participado nessa aventura, mesmo se isso me obrigou a voltar a um meio – o PSD – de que me havia distanciado. Aos amigos, às vezes, não se consegue dizer não e posso dizer que me identifiquei por inteiro com o espírito dessa candidatura. Do princípio até ao fim. Desde que decidi participar até ao dia em que renunciei ao mandato que exercia na Assembleia Municipal.

Não será demais dizer que o poder tremeu nessas eleições. Porventura, não pelos resultados em perspectiva, mas antes pela ousadia e pela coragem evidenciadas. O que se passou na noite das eleições, à porta da sede de campanha de Coutinho Ribeiro, foi bem a prova disso.

tags: ,

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO