Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
22
Jul 09
publicado por J.M. Coutinho Ribeiro, às 02:13link do post | comentar

Ao contrário do que possa parecer, não tenho andando completamente por fora. Não tenho escrito, mas tenho lido o que por aqui e por ali se vai escrevendo. Falta-me tempo para mais. Tal como dei conta ao presidente da Câmara, de quem sou mandatário, tenho estado a dar o meu melhor noutro projecto político, para que fui convocado. Para além disso, estes são dias maus para os advogados à porta de férias. Depois, há ainda a questão de ter de ser comedido, numa altura em que não estou na posição de simples comentador. Sem que deixe que a minha liberdade fique coarctada, tenho que pensar no objectivo principal.


Julgo que está a ocupar um lugar que não lhe pertence, e isto porque:

1--- As vozes da oposição, ou melhor da não oposição, dos irmãos Cruzes já vieram dizer que o senhor é um hipocrita e que não tem carácter (já era conhecida a dificil argumentação verbal diária dos manos, mas está-se a tornar explicita que a nível prosaico e narrativo é bem pior);

2--- Esse lugar que ocupa devia ser para um dos manos, pois eles já se tinham proposto para serem o nº 2 do Manuel Moreira. Mentira: não foram eles , mas concelhia do PSD que propos o José Cruz. Mas afinal, não é a mesma coisa?

3--- Esse seu lugar também deveria ser para um tal Paulo Silva, que já tem o cotovelo dorido, e sabe-se lá mais o quê.

4--- Penso que o seu lugar seria como nº 2 do Manuel Moreira, e não como a pobre figura de mandatário de campanha.

5--- Julgo que esse lugar que o Manuel Moreira lhe deu foi para calar a suas tão ardentes intervenções sobre o Marco, daí a sua liberdade ficar coarctada. Há muitas formas de apanhar moscas.

6--- Pois se este espaço seria a sua Ágora, deixou de o ser, porque mesmo que discorde do Manuel Moreira, jamais poderá manifestar publicamente a sua tão conhecida opinião.

7--- Fico triste de ter aceite o cargo que lhe foi proposto, pois a sua intelectualidade merecia bem mais.
Calheiros a 22 de Julho de 2009 às 12:50

Ágora era na Grécia, o espaço da cidadania e aceitar um cargo, independentemente do valor que lhe queiramos atribuir é sempre um exercício de cidadania. Mal ou bem, com defensores e críticos, tenho a certeza que foi com esse sentido que aceitaste o convite. Este senhor quer instigar ódios, mas como és inteligente nem me atrevo a dizer-te para leres o veneno nas entrelinhas. Um abraço

Não me vejo nº 2 de ninguém. Além disso, a função que ocupo foi aquela que eu próprio sugeri como sinal de participação neste combate eleitoral.

A minha liberdade não está coarctada. Nunca estará. Manuel Moreira sabe isso. Apenas acho que devo ter contenção em algumas matérias.
E insisto: o presidente Manuel Moreira não me deu lugar nenhum. Ele sabe bem que não há lugar que me cale.
E mesmo que agora opte por ser mais contido, não deixarei de fazer críticas. Só que opto pelo local próprio.

«E mesmo que agora opte por ser mais contido, não deixarei de fazer críticas. Só que opto pelo local próprio.»
Senhor Dr. Coutinho Ribeiro quando se faz criticas a alguém não se opta pelo local próprio, mas dá-se a cara. Não se diz as coisas por trás, mas pela frente. Você é fruto de uma família que nunca escondeu a cara para dizer seja lá o que for. Quem não se recorda do seu tio e as suas opiniões sobre a Ordem dos Advogados, e o estado da Justiça nas páginas da já extinta e saudosa revista marcojuris. Deixe-se de partidarismos bacocos, e continue a opinar sobre o que lhe vai na alma.
Deixe-se de veleidades que só lhe ficam mal.
Eu conheço conteúdos de conversas suas, de narrativas que nunca publicou, em que você era um acérrimo opositor de Manuel Moreira. Não entendo essa sua aliança com quem não gostava.

Mas o que interessa mesmo é que hoje recebi um prospecto do "Marco Confiante". Na boa verdade das coisas, o Fénix renascerá das suas próprias cinzas no dia 1 de Agosto. E, esse sim, é perigoso. Não é inteligente, mas é esperto. è perspicaz. Cuidado com a sua campanha. O Sr. Torres não vai cometer erros do passado. Penso que este vai ser uma supresa. Estarei enganado?

Respondendo, à Maria Helena, terei que lhe dizer que a candidatura do Norberto é de brincadeirinha, e a sua lista é um rol de amigos de café, e visitas lá da casa. Eu perco o meu tempo a falar dessa candidatura porque é um momento meu de humor. è como vejo o Movimento Os Verdes, que vêm implantar a ecologia na Câmara Municipal.
Anónimo a 22 de Julho de 2009 às 19:53

O Anónimo, Calheiros ou lá que é, vai fazer o favor de quando se me dirigir o fazer, colocando antes do meu nome Senhora, Dra ou Educadora o que quiser destas 3 opções e acrescentar o meu apelido. Não o conheço de lado nenhum e quanto ao seu boçal sentido de humor só tenho a dizer que quem ri por último ri melhor.

Quando se fala do grupo de Norberto Soares incluem-me a mim, como candidata à Assembleia Municipal, e, por isso, não posso deixar de esclarecer que:
1-Não somos um grupo de café, e até somos, na maioria dos casos, pessoas pouco frequentadoras de cafés, não por termos alguma coisa contra, mas porque trabalhamos muito. Há quem use os cafés para jogar às cartas e ao mesmo tempo fazer campanha, mas esses são os que nada têm para fazer.
2-Temos pessoas com altas qualificações académicas e gente com pouca, mas somos todos honestos e com actividade profissional conhecida;
3-A campanha de Norberto Soares tem poucos meios, poucos e pequenos out-doors, vai dar poucos brindes publicitários (e aqui é mais ecológica que as restantes) mas o dinheiro que a paga é dinheiro limpo, não provem de habilidades ou negócios escuros. Norberto Soares também não se hipotecou a empreiteiros ou outros interesses. Pobres mas orgulhosos.
4-Vamos ganhar e mesmo que não ganhássemos, ganhamos de igual modo pois exercemos a nossa cidadania de alma e coração e, como me disse um dia um político muito experiente, só perde quem lá está.
5-Como colaboradora desta candidatura, e já disse isto aqui, recolhi assinaturas (e foram muitas) na freguesia onde resido e na vizinha, onde trabalho, nunca recebi um não, e as demonstrações de simpatia por Norberto Soares foram mais que muitas. A adesão à candidatura é enorme e só não vê quem não quer.
Os blogs são úteis e interessantes para trocarmos ideias mas não são o reflexo real da opinião pública e não vale pena taparmos o sol com a peneira.

Desde os tempos do liceu que não via o Norberto Soares, mas acompanhei sempre a sua carreira política enquanto presidente da junta de Soalhães . Foi nessa altura que o Norberto procurou saber o que era feito de mim ( um simples cidadão com deficiência ) através da professora Helena Monteiro. Finalmente um ex-colega de liceu, para além do Fernando Soares da Folhada e do Moreira de Avessadas, preocupou-se com a minha existência. Nos últimos quatro anos encontrei-me várias vezes com o Norberto e, pelo aprofundar do meu conhecimento àcerca da sua pessoa, cheguei à conclusão de que o Norberto Soares é um Verdadeiro Senhor em quase todas as vertentes do Ser Humano por excelência.
Num Portugal e num mundo em que a Ética está ausente, temos de aproveitar todos os Norbertos Soares que estejam disponíveis para dignificar a vida política.
Agora dirijo-me a si Drª Maria Helena Alves. Peço-lhe desculpa por em anteriores intervenções minhas, tê-la tratado somente por Maria Helena Alves, mas, como soi dizer-se,"o amigo do meu amigo, meu amigo é", tomei indevidamente a liberdade de tratá-la assim.

António, o reparo que fiz sobre a utilização do meu nome, era dirigido exclusivamente ao comentador que apareceu por aí, de nome Calheiros. Neste espaço, sempre temos lidado com pessoas mais ou menos conhecidas, mas educadas e nunca utilizamos títulos para nos tratarmos. O António, por muitos motivos é já um amigo e é por Maria Helena que deve continuar a tratar-me. Entretanto, aproveito o espaço para esclarecer pois parece-me que o sr Calheiros fala muito mas sabe pouco, que todos os Educadores de Infância são licenciados e para além do mais, muitos de nós já obtivemos graus superiores ao de licenciatura. E não fomos ao Brasil comprar os diplomas. Num espaço, ao qual não vou fazer publicidade e cujo endereço foi, abusivamente, enviado para o meu e.mail , esta pessoa questiona as minhas habilitações, pois aqui fica o esclarecimento.

A candidatura de Norberto Soares tem tanto de brincadeira que é só o candidato mais bem posicionado para ganhar as eleições. O Norberto só necessita de manter a calma para por todos os outros candidatos muito nervosos. FORÇA NORBERTO que tens já as eleições ganhas por os outros candidatos e seus seguidores já estão no ponto de desepero
Paulo Guedes a 22 de Julho de 2009 às 21:11

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO