Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
24
Ago 09
publicado por José Carlos Pereira, às 19:15link do post | comentar

Uma das curiosidades do actual processo eleitoral era verificar quem levava vantagem, Avelino Ferreira Torres ou Norberto Soares, na captação para as respectivas listas dos eleitos pelo CDS em 2005. Pode dizer-se que, neste particular, se verificou uma ligeiríssima vantagem para o antigo presidente da Câmara.

Com efeito, entre os dez deputados municipais eleitos pelo CDS houve equilíbrio: há quatro que vão com Norberto (Cláudio Ferreira, nº 2 para a Câmara, Alfredo Queirós, Isabel Coutinho e Carlos Alberto Nunes) e outros quatro que se "transferiram" para Ferreira Torres (Lindorfo Costa, também nº 2 para a Câmara, Monteiro da Rocha, Mário Luís Monteiro e Amélia Coutinho de Moura, esta como penúltima suplente da lista para a Assembleia). Os deputados Pedro Costa e Silva, líder do grupo, e Jerónimo Ferreira não são candidatos. 

Entre os presidentes de Junta integrados no grupo do CDS, os autarcas de  Avessadas, Manhuncelos, Paredes de Viadores, Santo Isidoro e Várzea de Ovelha e Aliviada optaram por não se recandidatar. Ressalve-se contudo que Carlos Monteiro, presidente de Várzea de Ovelha e Aliviada, se candidata na lista de Norberto à Assembleia Municipal. Ainda com Norberto estão os presidentes de Junta de S. Nicolau e Tuías.

Com o movimento de Ferreira Torres estão os esperados autarcas de Várzea do Douro, Torrão e Magrelos, este depois de alguma hesitação, bem como os de Paços de Gaiolo e Rosém. Há assim uma pequena vantagem para Ferreira Torres entre os presidentes de Junta em funções.

Resta dizer que, naturalmente, o vereador Fernando Torres é mandatário da candidatura de seu pai e é também o último candidato suplente à Assembleia Municipal, o que quer dizer que se despede do exercício de funções autárquicas.

 

 

Espero que a esta hora os presidentes de Junta da Folhada e de Maureles, respectivamente Maria José Cerqueira e António Barbosa, que deixaram o CDS para se candidatar pelo PSD, já tenham requerido a saída do grupo do CDS na Assembleia Municipal e a passagem ao estatuto de independentes. É que ainda haverá pelo menos mais uma reunião...


A única diferença entre os "homens" de Norberto e Avelino, reside no facto de nem Norberto nem nenhum dos seus acompanhantes, alguma vez foram incomodados pela justiça e muito menos condenados na justiça. É tudo gente sem registo criminal.
... Ah! O número dois de Norberto nunca pediu dinheiro emprestado aos empreiteiros prometendo-lhes rapidez na liquidação das facturas camarárias. Desse tipo de gente não obrigada, seja ela de que partido for.
Telmo Ferraz a 24 de Agosto de 2009 às 22:00

É totalmente verdade que não se conhece que haja candidatos do movimento de Norberto Soares que tenham sido acusados ou condenados por crimes praticados no exercício de funções públicas. O mesmo não se pode dizer do Movimento Marco confiante.

A vossa observação é um absurdo, pois quem é condenado criminalmente, não quer dizer que seja mais honesto por quem nunca o foi.
Quem nunca cometeu um erro que atire a primeira pedra.
Não é por terem sido condenados criminalmente, que não poderão ser pessoas honestas a partir dessa data, e mesmo em data anterior à mesma.
Mas iriamos ter que recorrer a filosofias e teorias de reinserção social, e este blog não é o local indicado para o efeito.
Já agora desconheço os registos criminais de todos os elementos das outras listas. Nunca gostei de comentar do que desconheço.
Meus senhores, vamos ser razoáveis.
Já vi muita gente a opinar sobre criminalidade neste blog, e terei que vos dizer que se deviam abster de falarem do que não têm conhecimento.
O único bloguista que podia falar desta matéria seria o Dr. Coutinho Ribeiro, os outros que se abstenham de comentar do que não sabem.
Parece-me que o Direito não foi feito para leigos, nem para ser discutido pelos mesmos, porque de outra forma não era necessário uma licenciatura, e posteriormente uma constante actualização.
Calheiros a 26 de Agosto de 2009 às 02:22

Todos temos registo criminal, o que este pode é não ter nenhuma indicação negativa.
Pelo menos sejamos rigorosos com a linguagem.
Calheiros a 26 de Agosto de 2009 às 02:10

Concordo plenamente com as opiniões anteriores, salientando o facto de as listas que um líder selecciona reflectirem a capacidade da equipa e a própria credibilidade da mesma.
EM a 25 de Agosto de 2009 às 23:57

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO