Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
25
Ago 09
publicado por João Monteiro Lima, às 13:25link do post | comentar

A matemática tem destas coisas.

Se é certo que 100 a dividir por 1 é igual a 100, se é sabido que 400 a dividir por 7 é igual a 57,14.

Também se sabe que 450 a dividir por 2 é igual a 225.

Assim, ficamos todos a saber que 450 foram as pessoas que estiveram no passado Sábado a ouvir Jerónimo de Sousa na Livração.

O imenso calor que se fazia sentir na tarde de Sábado não demoveu as muitas pessoas que foram ouvir o Secretário-Geral do PCP.

Depois das boas-vindas dadas pela Presidente da Junta (e de novo candidata) Isabel Baldaia, seguiram-se as intervenções de Jorge Baldaia (candidato da CDU à Junta de Freguesia de Santo Isidoro), de António Varela (candidato à Câmara), de Jorge Machado (deputado e de novo candidato pelo Porto) tendo finalizado com a intervenção de Jerónimo de Sousa.

Jerónimo de Sousa esteve novamente na Livração (tal como o deputado Jorge Machado), sendo que esta foi a 3ª visita de um Secretário-Geral de um partido aquela região, depois de Álvaro Cunhal em meados dos anos 80 e Jerónimo em 2007.

Afinal, quem é que dá importância aquela gente?

 

 


Pois não, a matemática não falha.
Se foram 450 pessoas que estiveram na Livração, pois será pelo menos mais 150 pessoas que votarão em vocês no resto do concelho, ou seja, 550 pessoas.
Calheiros a 25 de Agosto de 2009 às 20:16

Sr. Calheiros definitivamente a matemática não é o seu forte. Ou então teve um péssimo professor de matemática. O sr. tem bastante jeito na linguistica mas ao nivel das ciencias exactas deixa muito a desejar. Na minha terra 450 mais 150 são 600 e não 550. Mas em terras de Carmen Miranda tudo é possivel quem sabe até alterar a matemática.
Ah... ja me ía esquecer, tive o prazer de ler o seu blog e desde já lhe dou os meus sinceros parabéns.
mas deve tentar melhorar a sua matemática

Assumo o lapso.
calheiros a 26 de Agosto de 2009 às 02:03

Caro "Calheiros", tem toda a razão, a matemática não falha, pelo menos a que me ensinaram, que é a mesma em que 450+150 dá 600, mas se calhar a sua é diferente, talvez seja melhor, da próxima, usar a calculadora. Mas erros matemáticos à parte, caso não saiba, a CDU nas últimas eleições autárquicas obteve 906 votos, são uns votitos a mais do que aqueles do resultado da sua soma. Lembro-lhe também que nas últimas eleições realizadas, as europeias, a CDU teve o resultado de 814 votos, numas eleições em que participaram menos de metade dos eleitores das autárquicas de 2005 e com um leque de hipóteses muito maior do que aquele que há nas próximas autárquicas. Por tudo isto penso que a CDU, representada pelo João Lima e António Varela, tem hipóteses de obter um resultado melhor que o de 2005, não penso que seja possível eleger um vereador, mas acredito que poderá eleger um segundo deputado, Filipe Baldaia, para a Assembleia Municipal, e assim dar mais voz à CDU.
jmm a 25 de Agosto de 2009 às 23:58

É um facto que a matemática não se engana, o que deve estar a falhar é o torniquete que controla as entradas. Naturalmente por falta de uso, por cada entrada ele conta 2,5.
A não ser o mesmo, sofre do mesmo mal do torniquete que controlou as entradas para o espectáculo da Ana Malhoa e seu partner.
Livracense a 25 de Agosto de 2009 às 21:29

Livracense eu estive lá embora seja socialista e o número avançado não anda longe da realidade.
O sr. deve saber que até se sabia quantos pães foram servidos, mas o número deve incomodá-lo e por isso veio com a historia do torniquete.
Fique a saber e transmita aos seus "partners" que não voto neste PS que tem candidatos como o sr. dr Artur e engº Sousa Pinto. Voto Manuel Moreira e para assembleia voto no único que defende a Livração o João Lima, na junta não decidi
Livracense a sério a 26 de Agosto de 2009 às 10:48

Comentário apagado.
Anónimo a 26 de Agosto de 2009 às 20:44

Livracense,
Era interessante contar sem excluir ninguém. Era mais correcto. Incluindo obviamente as pessoas que estavam à frente e atrás do coreto.
E quantos contou em Santo Isidoro? Na iniciativa local da CDU e "regional" do PS?

Mais cem, menos cem... Calma. Qual é o problema? É um número sem relevo...
Sr. Calheiros, não se deixe ir abaixo por causa destes comentários. Eu também fui acusado pela Sra. Dra. Helena Alves, que se referiu a mim como sendo "...um pau-mandado". Fiquei com vontade de rir, por diversas razões: 1. Aquele texto tem erros primários e não admissíveis por alguém com Formação Superior. E não me digam que a escrita na INTERNET é diferente. Só há uma forma de escrita; 2. As minhas intervenções, aqui, são feitas pela minha vontade. Não me deixo influenciar por outras mentes.
Enfim, todos procuram defender os seus postos. [Risos].
Eu não pertenço a nenhuma lista de votação autárquica.
A. Castro Alves a 26 de Agosto de 2009 às 11:24

Falta um texto que eu enviei e não foi mais uma vez publicado, pois não agradava a certas pessoas.
Este site é muito tendencioso.
Calheiros a 26 de Agosto de 2009 às 18:03

O leitor Calheiros, que persiste em não se identificar, já devia ter compreendido que os comentários que envolvam considerações de ordem pessoal menos apropriadas, independentemente de quem sejam os destinatários, não são publicados. Sejam os seus comentários ou os de qualquer outro leitor que se nos dirija.

Epá !! não sabia que sentia tanta falta dos meus comentários. Isto vem a propósito de quê? Estou tão quieta... já não comento há tanto tempo... Escrevi textos com erros? Não me parece, mas a sua opinião é a última coisa a tirar-me o sono. Se o adjectivo "pau mandado" lhe serviu lá terá a suas razões. Conheço o seu gosto para criticar a escrita dos outros e aconselho-o a ensinar a escrever (se é que tem essa capacidade) às pessoas que consigo coabitam.
Passe bem (sem continência, claro)

Este comentário não está no local correcto pois é dirigido a um tal A. Castro Alves.
Mas já agora acrescento que você e ninguém da sua extremosa família não estão em qualquer lista porque ninguém fez questão em os convidar.

Claro que o que queria dizer era: Nem você, nem mais ninguém da sua extremosa família fazem parte de qualquer lista porque ninguém fez questão de os convidar.

"e não admissiveis por alguém com Formação Superior..." ??? isto é português?
Isto de cuspir para o ar é no que dá.

Exma. Sra. Dra. Helena:
"...não admissíveis a alguém com Formação Superior". No entanto, não deixe de dormir por causa disso, Sra. Dra. Claro que não.
É óbvio que é bom lermos textos bem escritos.
Informo ainda V. Exa. que recebi alguns convites, incluindo lugares de Vereação. Recusei. Não traio o meu partido. Partido Social Democrata, que - diga-se -, apresenta uma lista de candidatura à Câmara Municipal bastante completa e cheia de valor!
Dou por encerrado o assunto.
Cumprimentos Social-Democratas.
A. Castro Alves a 27 de Agosto de 2009 às 13:43

Depois de ter saído o sr. Agostinho Castro da junta o meu voto só pode ser para a dona Isabel. Pena que o sr. Castro não vá pela CDU, é único PS que interessava na junta. É um homem sério e estava bem com a "Belita" na junta.
Livração a 26 de Agosto de 2009 às 11:45

Efectivamente tenho que concordar que Agostinho Castro seria uma mais valia na lista da CDU, mas como sabe Agostinho Castro é simpatizante de outro partido.
Mas não podemos perder a esperança.

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO