Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
31
Ago 09
publicado por José Carlos Pereira, às 20:45link do post | comentar

O desemprego voltou a subir em Julho em Marco de Canaveses, sinal de que o recuo verificado no mês anterior terá ficado a dever-se sobretudo à sazonalidade. Com efeito, em Julho o número de inscritos no centro de emprego aumentou para 3.478 pessoas, o número mais elevado desde o início do ano.

Segundo os indicadores do Instituto do Emprego e Formação Profissional, Marco de Canaveses continua a ser o quarto concelho com maior volume de desemprego na subregião do Tâmega e Sousa, depois de Paredes (subiu para 5.361), Amarante (cresceu para 3.859) e Felgueiras (diminuiu para 3.550).

 

 


Eu não disse que era novidade. É tão só a continuação da informação sistemática que aqui tenho deixado há uns meses a esta parte.
Escreverei em breve sobre esta matéria, em publicação prestes a sair para as bancas.

Não me compreenda mal pois não estava a criticá-lo relativamente à questão de este assunto ser novidade, ou não, antes pelo contrário. Estava somente a referir-me que o facto já não era só de agora e que um dos candidatos já o tinha colocado em discussão.
Concordo totalmente consigo neste caso e penso que é tratando deste tipo de assuntos que se eleva uma discussão que todos deveriamos estar a ter.
Os números que eu apontei , tinha estado a olhar para eles no fim de semana, para tentar perceber qual estava a ser o impacto real do desemprego em vários concelhos do Distrito do Porto a curto e a médio prazo. Pois como todos sabemos é só com muito trabalho que no fim de tudo os problemas se resolvem. E se muitos não conseguirem dar o seu contributo, porque nem sequer emprego tem, mais difícil será a todos ultrapassarem a crise.
Continue nesta linha de debate, pois independentemente dos candidatos que cada um intervenientes neste blogue apoie, é uma verdadeira mais-valia a reflexão neste temas.
jvaldoleiros a 1 de Setembro de 2009 às 00:38

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO