Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
09
Set 09
publicado por José Carlos Pereira, às 08:45link do post | comentar

Empresarializar?

 

"Para que possa haver um investimento estruturado, planeado e com os objectivos propostos, será aposta do PS criar uma empresa municipal de turismo que congregue em si o investimento descrito e que se responsabilizará pela sua exploração ou concessão por períodos determinados".

  Artur Melo, in "A Verdade" - 04/09/2009

 


En termos de declaração de princípios, concordo com a Empresa Municipal de Turismo. Mas com quem, com que envolvimento na comunidade, com que fontes de financiamento ? Não é isso municipalizr, como MM tem feito ?Artur Melo seria, sei-o, capaz de responder a estas questões. E tem as respostas, pois rodeou-se de quem as sabia dar. Não o faz, É estratégia, na qual, embora vote no PS, PARA A CÂMARA E NAS LEGISLATIVAS, tenho de não me rever. E de a criticar.
Abel Maria Simões Ribeiro a 9 de Setembro de 2009 às 16:42

Também penso que a opção pela criação de empresas municipais, seja no turismo ou em outras áreas, deve ser bem explicada aos eleitores.

Aguardemos pelo momento oportuno, pois ainda é cedo para especulações. Os "coelhos "só saiem da "toca" quando o caçador os acoçar. É claro que se não houvesse possibilidades não se falaria no assunto, e os "timings", é o candidato quem os define por mais que outros tentem fazê-lo.
A propósito, embora o tema seja a Educação poderá também a candidatura do PSD explicar como vai combater o Insucesso Escolar? Será do mesmo modo como se empenhou nos concursos para Directores dos Agrupamentos no sentido de colocar elementos da sua cor partidária? Ou,será fazendo ouvidos moucos aos Deputados Municipais, que questionaram o Executivo de MM sobre o não andamento dos processos de Acção Social Escolar? Ficam as dúvidas que no momento tenho para análise. Ou será não ouvindo os Pais e Encarregados de Educação, que em devido tempo protestaram sobre o assunto...
Saudações

José António
José Antonio a 9 de Setembro de 2009 às 22:21

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO