Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
02
Nov 09
publicado por José Carlos Pereira, às 12:55link do post | comentar

Terá lugar na próxima quinta-feira, dia 5, a primeira reunião do novo executivo autárquico de Marco de Canaveses. Será a ocasião privilegiada para saber se Avelino Ferreira Torres assume o seu mandato de vereador ou se continua a faltar às convocatórias.

Nessa reunião deverá ser aprovada a nomeação de Carla Babo como vereadora a tempo inteiro – uma vez que a nomeação de José Mota e Gorete Monteiro depende apenas do presidente – bem como a distribuição dos pelouros.

Ao que se sabe, não haverá mudanças surpreendentes relativamente ao passado. Manuel Moreira continuará a concentrar alguns dos principais pelouros, acrescentando agora as pastas do Ordenamento do Território, Urbanismo e Obras Municipais, que estavam sob tutela de Bento Marinho no anterior mandato.

José Mota mantém os pelouros que detinha, com duas excepções: perde o Desenvolvimento Económico para Gorete Monteiro e junta a tutela da Polícia Municipal ao pelouro do Trânsito, que já estava consigo. Será também o novo vice-presidente da Câmara.

Gorete Monteiro, como já referi, junta o Desenvolvimento Económico ao Turismo, assumindo-se como a vereadora com mais responsabilidades directas na promoção e desenvolvimento da economia do concelho.

A estreante Carla Babo, com formação em gestão de empresas, assume as difíceis pastas da Administração Geral e Finanças, que estavam com Bento Marinho anteriormente. Assinale-se, no entanto, que a tutela da Gestão de Recursos Humanos da autarquia permanecerá com José Mota.


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO