Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
03
Jan 10
publicado por José Carlos Pereira, às 22:55link do post

Já aqui escrevi várias vezes sobre a organização autárquica e, designadamente, sobre o peso dos presidentes de Junta de Freguesia nas votações das Assembleias Municipais, que, em alguns casos, pode desvirtuar o sentido de voto das populações naquele órgão autárquico.

Segundo revela o "Repórter do Marão", a estratégia do PSD/Amarante, que visava derrotar o orçamento socialista, saiu abortada pela votação de alguns presidentes de Junta do PSD. O orçamento de Armindo Abreu acabou por ser aprovado com 39 votos a favor, 38 votos contra e 3 abstenções.

Independentemente da qualidade do orçamento, que desconheço, congratulo-me com o facto do documento proposto pelo PS ter sido aprovado, mas está aqui um excelente exemplo de como a intervenção dos presidentes de Junta pode deitar por terra as estratégias partidárias e pôr em causa os equilíbrios que resultaram dos resultados eleitorais.


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO