Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
13
Abr 10
publicado por José Carlos Pereira, às 21:30link do post

Já escrevi aqui que conheço mal Rolando Pimenta – os breves minutos em que falámos ontem no final da apresentação do livro de José Luís Carneiro, no Porto, foram a nossa conversa mais demorada. Pimenta, tanto quanto sei, aderiu ao PS após as eleições de 2005, ainda sob a liderança de Luís Almeida, e entrou para os órgãos dirigentes pela mão de Artur Melo, em 2008. Depois, no período que antecedeu as autárquicas de 2009, renunciou ao cargo de mandatário financeiro e após as eleições demitiu-se dos cargos que ocupava no partido.

Independentemente do que pensa para o partido e para o concelho – aquela ideia da nova centralidade a partir de Alpendorada, que foi abraçada inicialmente também por Artur Melo, carece de maior ponderação e sustentação – Rolando Pimenta teve a coragem de assumir a sua candidatura antes mesmo de Artur Melo anunciar que não era candidato na Convenção Autárquica de meados de Março. E o facto de Artur Melo ter recuado nas intenções pouco depois, não o demoveu. Mostrou assim que era muito o que o separava de Melo e que pretendia lutar por essa diferença. Evidenciou também nos seus propósitos que não está obcecado com uma candidatura à Câmara, o que é sempre bem acolhido pelos militantes.

No momento em que se perspectivava como único candidato em cena, Pimenta procurou fazer a ponte com todas as sensibilidades e apelar ao envolvimento dos históricos do partido, um sinal entendido de forma muito positiva por militantes e simpatizantes do PS. Depois, já com Melo na corrida, apresentou as suas ideias, dirigiu-se aos militantes e constituiu uma equipa que reúne pessoas com passado relevante no partido, algumas das quais tinham estado com Artur Melo anteriormente.

Rolando Pimenta e aqueles que o acompanham dão um forte contributo para clarificar as opções no interior do partido e esse esforço é, por si só, muito importante para a vitalidade do PS/Marco, independentemente do resultado que obtenham.


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO