Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
13
Jul 10
publicado por José Carlos Pereira, às 00:15link do post | comentar

O V Capítulo da Confraria do Anho Assado com Arroz de Forno de Marco de Canaveses, que decorreu no passado sábado, permitiu reforçar o papel que cabe a esta entidade enquanto elemento agregador dos vários interesses em torno da gastronomia marcoense e do turismo local.

O evento começou na cidade e depois estendeu-se a Vila Boa do Bispo, onde decorreu a entronização de novos confrades e a respectiva bênção, respectivamente no Mosteiro e na Igreja de Santa Maria. Relativamente aos novos membros da Confraria, há a destacar a entronização de dois confrades de honra: o presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, Gonçalo Rocha, e o vogal da Comissão Directiva do ON.2 – Programa Operacional Regional do Norte, antigo deputado e secretário de Estado, Carlos Duarte.

As muitas confrarias, de vários pontos do país, que visitaram Marco de Canaveses levaram com certeza recordações positivas e simpáticas da nossa terra, desde o anho assado com arroz de forno até às paisagens naturais, aos rios, ao milenar Mosteiro de Vila Boa do Bispo e à magnífica recuperação da Igreja de Santa Maria de Vila Boa do Bispo (que eu ainda não tinha visitado depois das recentes obras).


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO