Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
22
Jul 10
publicado por José Carlos Pereira, às 08:45link do post | comentar

A leitura das actas da Câmara Municipal de Marco de Canaveses é um manancial de novidades e de motivos para reflexão. Ao ler a acta da sessão ordinária de 9 de Junho passado, não pude deixar de atender a duas situações muito curiosas.

A primeira está relacionada com o facto do vereador Avelino Ferreira Torres ter questionado a maioria, presume-se que de forma determinada e exigente, sobre a aplicação de medidas de austeridade por parte da Câmara e a elaboração de um plano de contenção de despesas. Ai se o ridículo matasse...

A segunda situação decorre dos vereadores Avelino Ferreira Torres e Artur Melo terem votado contra os protocolos com os bares da cidade no âmbito do Festival de Montedeiras. Melo votou também contra o protocolo com a Associação das Colectividades para a realização do mesmo evento.

Ao lado das questões formais, o vereador socialista, na sua declaração de voto, defende que o Festival devia "reflectir outras preocupações, como actividades de sensibilização para o uso e prevenção das drogas, colóquios com temas de interesse para os jovens e então à noite finalizar com o espectáculo propriamente dito".

Já estou mesmo a imaginar os jovens marcoenses e forasteiros a passarem a tarde em colóquios e conferências sobre o consumo de tabaco e bebidas alcoólicas, o uso de preservativo, a educação, o desemprego e saídas profissionais, à espera que as bandas comecem a tocar...


Tenho pena que tenha essa ideia da juventude, que não se preocupam com nada o que querem é beber uns copos e ouvir musica.
Há muitas formas de fazer sensibilização, mas nunca ninguém se preocupou em dar ouvidos aos jovens para a organização deste festival.
Tente falar com alguns jovens marcoenses distantes dos círculos políticos do Marco e tente ouvir a sua opinião acerca do festival.
Buno caetano a 22 de Julho de 2010 às 17:24

Caro Bruno Caetano, não me pronunciei sobre o Festival e a sua organização, até porque nunca lá fui. Mas conheço muitos jovens que lá vão e sei o que os motiva, independentemente da idade que têm.
A idade permite-nos um maior distanciamento. Também fui jovem e vivi o mais que pude: presidi à Associação de Estudantes da secundária e a uma organização de partidária de juventude, escrevi nos jornais a partir dos 14 anos, envolvi-me em campanhas de todo o tipo, andei no associativismo, joguei futebol, ouvi música, dancei, namorei, fiz o que podia fazer. Nessa altura, pensamos de forma diferente e julgamos que o mundo está na nossa mão.
A juventude de hoje, no essencial, não é muito diferente da do meu tempo.

Então acha bem que a Câmara (todos nós) paguemos para os donos dos bares se encham de dinheiro? Sem contrapartida nenhuma para o concelho? Ao menos aprendiam alguma coisa... Vê-se logo que o senhor não sabe o que diz... Ainda bem que não temos uma pessoa como o senhor como vereador, senão alinhava com todas as excentricidades do PSD...
Alvaro a 22 de Julho de 2010 às 19:31

Não me referi às razões que levaram Artur Melo a votar contra o protocolo com os bares da cidade, até porque não conheço os termos do dito protocolo.
Apenas registei o facto e a curiosa ideia do vereador do PS sobre o programa pré-festival.
Se não sei o que digo, como poderia eu ser vereador!?

Caro Sr. José Carlos

Infelizmente a sua geração não compreende que outras gerações vêm o mundo de uma forma completamente diferente da forma como o viam quando eram da nossa idade. Talvez por termos mais acesso a informação, talvez por termos outras ferramentas, talvez por termos herdado problemas com os quais vamos ter de lidar e para os quais o nosso contributo e responsabilidade foi zero, talvez por aprendermos com os erros que cometeram quando eram da nossa idade e um pouco mais velhos, temos uma serie de motivações e interesses diferentes. Acredite que os jovens marcoenses adorariam poder participar em debates, em colóquios, em acções de sensibilização e outras actividades que vão muito para além da parte festiva de um festival da juventude, simplesmente nunca lhes foi proporcionado isso e nem nunca foram consultados nesse sentido.
A titulo de exemplo, o Conselho Municipal da Juventude (órgão consultivo onde estão representadas varias comunidades de jovens) nunca foi tido nem achado nesta matéria, isto certamente não é ouvir os jovens.
Não entenda este meu comentário como um ataque pessoal, porque não o é, é simplesmente um desabafo de um jovem marcoense que como tantos outros gostava de ver o Marco melhor.
Daniel Aguiar a 22 de Julho de 2010 às 22:40

Meu caro - deixe-me tratá-lo assim apesar de não nos conhecermos - discordar não implica entrar em ataques pessoais.
Eu também quero um Marco melhor e também reivindiquei no meu tempo que a juventude devia ser mais ouvida e tida em conta. Em 1983 era essa a minha intenção quando representei os estudantes marcoenses no Conselho Municipal, um órgão autárquico que já não existe.
Sou o mais possível favorável a debates, colóquios e conferências sobre todos os temas relevantes. Isso faz falta e ainda me lembro de, aos 18 anos, participar num debate sobre a legalização do aborto, no Marco, com a então secretária de Estado Teresa Costa Macedo. Penso, no entanto, que querer forçar essa discussão em conjunto com um Festival de música é, no mínimo, forçado.
Quanto ao acesso às ferramentas e à informação, em todas as gerações há quem aproveite tudo o que tem à disposição e quem se limite a ver "andar os comboios".

Em conclusão: Mais um ataque a Artur Melo. Descanse que se chegar a presidente de algum partido vai ser ao PSD, nunca ao PS... Por não saber o que diz é que nunca vai chegar a vereador. Que raio de dor de cotovelo, pá!
Alvaro a 23 de Julho de 2010 às 15:38

Se me lesse com mais atenção perceberia que não pretendo filiar-me em nenhum partido.
Com dor ou sem dor, não me conhece. Acha mesmo que o meu sonho de vida era ser vereador?

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO