Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
28
Ago 10
publicado por João Monteiro Lima, às 00:05link do post | comentar

Vem sendo habitual escrever no Marco2009 sobre a realidade de um concelho que conheço bem: Sesimbra.

Já por cá escrevi que o Presidente da Câmara de Sesimbra, Arq Augusto Pólvora,  foi eleito pela CDU, mas não é por esse motivo que escrevo, mas pela boas medidas que implementa na sua terra.

Há algum tempo atrás tive conhecimento que a Câmara Municipal de Sesimbra tinha apresentado o projecto para a construção de 30 fogos para venda a preços controlados. Soube posteriormente que o projecto contava com a parceria da empresa Efimóveis, que pertence a marcoenses e emprega marcoenses.

Mais uma vez o municipio de Sesimbra se destingue de outros municipios do País, pois para além de uma situação financeira equilibrada, o executivo sesimbrense tem ideias e concretiza-as.

Para saber mais sobre esta boa medida ler aqui e aqui


Cuidado João Monteiro Lima,se prossegue nesta campanha de valorizar as obras e decisões de outras autarquias,como recentemente fez em relação à da Trofa(distribuição gratuita de livros escolares no ensino básico,em vez de brinquedos comprados no Toys'rus) e agora à de Sesimbra(edificação de fogos a preços controlados para venda),vai acabar por perder as boas graças de M.M. e da sua vereação.
Miguel Fontes a 28 de Agosto de 2010 às 18:49

Caro Miguel Fontes,
Não sei se estou nas boas graças de Manuel Moreira e vereação, e também não estou preocupado com isso.
Como também não deixarei de valorizar obras que entenda que devam ser valorizadas. Se não valoriza nenhuma obra no Marco, será tão só porque não as há.

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO