Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
09
Mai 11
publicado por João Monteiro Lima, às 17:45link do post | comentar

O JN de hoje, no seu suplemento denominado “JN Cidades” a páginas 18 e 19, traz uma reportagem sobre o Grupo Desportivo da Livração. Com o título “O doce sabor de vencer dentro e fora do campo”, a reportagem de Norberto Sousa, descreve a actualidade do clube livracense que disputa a série 2 da 2ª divisão da AF Porto.

Quem não sabia ficou a saber que os jogadores do Livração têm como prémio do jogo nada mais nada menos que … € 20,00 (vinte euros) e que há um director(José Fernando), que faz de tudo um pouco no clube. Impõe a justiça que se diga que o Zé Fernando faz de tudo um pouco não só no clube, mas na freguesia, pois faz parte da Comissão Fabriqueira, da Junta de Freguesia e ainda ajuda na realização da festa da Sra da Livração.

A equipa do GD Livração está, a uma jornada do fim do campeonato, no 1º lugar da tabela (ainda à espera do desfecho do jogo Gandra – Paços de Gaiolo) com 98 (noventa e oito) golos marcados. Em Portugal, apenas o Torre de Moncorvo tem mais golos marcados que o Livração. Os transmontanos têm 99 (e já terminaram a época) e os livracenses 98 golos e um jogo para disputar. No próximo fim-de-semana, o Livração termina a época em Paços de Gaiolo defrontado os locais.

O GD Livração (fundado em 1964 e com 493 sócios), jogadores, equipa técnica, direcção e sócios, merecem a subida de divisão, que seria um marco importante na história do único clube do qual sou associado.

Força Livração


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO