Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
06
Jan 12
publicado por João Monteiro Lima, às 12:55link do post | comentar

O leitor Carlos Fernandes enviou-nos o seguinte texto que se transcreve:

 

VERIFICO, “SEM” ESPANTO, QUE NADA MUDOU EM 2011!!!

 

O país perdeu a inteligência e a consciência moral.

Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada,

Os caracteres corrompidos.

A prática da vida tem por única direcção a conveniência.

Não há princípio que não seja desmentido.

Não há instituição que não seja escarnecida.

Ninguém se respeita.

Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos.

Ninguém crê na honestidade dos homens públicos.

Alguns agiotas felizes, exploram.

A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia.

O povo está na miséria.

Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente.

O Estado é considerado na sua acção fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.

A certeza deste rebaixamento invadiu todas as consciências.

Diz-se por toda a parte: o país está perdido!

 

O que nos trará 2012?


Caro Carlos Fernandes

Breve,mas excelente e oportuna questão a sua.
Que nos trará o novo ano, o 2012?
Na minha humilde opinião,trará pior prática democrática,mais desrespeito e mais violações dos direitos condtitucionais dos cidadãos,mais corrupção,menos solidariedade social,mais austeridade,mais desemprego,mais recessão económica,mais impostos,cortes aos pensionistas,maior número de famílias com gravíssimos problemas de sobrevivência,enfim todo um rol,sem fim,de nada de bom.
Enfim,teremos mais do mesmo.

Cumprimentos
Miguel Fontes
Miguel Fontes a 6 de Janeiro de 2012 às 19:39

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO