Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
14
Jul 12
publicado por João Monteiro Lima, às 01:55link do post | comentar

O leitor e amigo Valter Castro Vieira enviou-nos mais um texto sobre um assunto pertinente e o qual também já constatado mas que parece que os responsáveis municipais (e não vale a pena ler nestes responsáveis apenas os políticos) ainda não se tinham apercebido. Esperemos que agora, após este alerta/ denúncia haja alguém que lhes possa dizer ou mostrar a situação.

Agradeço a Valter Castro Vieira mais esta participação neste espaço que é de todos

 

SELVA URBANA              

 

O que me traz de novo aqui ao blog é mais um caso de puro desleixo na nossa cidade.

Estou a falar mais propriamente da avenida dos franceses em Fonte Santa , Fornos.

Penso que quem passa por lá já deve ter feito reparo no descontrolado crescimento das plantas e sebes que adornam o centro da avenida, o que faz com que a visibilidade para o lado contrário da via se torne quase nula, principalmente  no  cruzamento a meio da avenida, o que faz com que quem descer a via e desejar rumar para a Av. Bombeiros Voluntários tenha que colocar toda a frente do automóvel na faixa contraria para ter alguma visibilidade ou então tenha que avançar arriscando-se ao acidente. Penso que o tempo do pare, escute e olhe já la vai até porque as passagens de nível sem guarda estão em extinção.

Agora deixo a questão: será que a culpa desta falta de zelo se deve à crise? ou a câmara municipal não terá funcionários suficientes para este trabalho tão complexo?

Fora de brincadeiras, isto é apenas um pequeno caso, no meio de mais alguns, que com boa vontade e brio por parte das entidades competentes se poderia resolver rapidamente.

 

Valter de Castro Vieira


Caro Sr. Valter Castro Vieira

Na sua observação,crítica,à gestão da autarquia municipal levanta várias questões.
Será falta de pessoal?Posso afirmar-lhe de modo algum.
Será falta de zelo?É com toda a certeza.
Diz o meu amigo, os tempos do pare,escute e olhe já vão longe.Vão sim, mas entendo,que deveriam regressar,embora com outros termos.
Assim,sugeriria "pare,escute e pense bem" antes de votar.

Cumprimentos
João Valdoleiros
João Valdoleiros a 14 de Julho de 2012 às 23:22

Boa tarde caros marcuenses:

Após a leitura atenta deste interessante post e do emocionado e arcaico comentário que lhe assiste, como filha da terra, não resisti a expulsar o que me exulta da alma.

Como é do conhecimento geral, o mundo encontra-se numa crise económica, social e sobretudo de valores sem precedentes, fato que me inquieta imenso e deveria ser inquietude de todos.
O nosso concelho, não sendo exceção à regra, encontra-se mergulhado na maior de todas as crises, a crise politiqueira, onde todas as cores e credos políticos se atacam (interna e externamente) esquecendo-se que em momentos de tempestade, deveriam remar todos para o mesmo lado.
Visto está que todos os politiqueiros ou aspirantes a politiqueiros marcolinos, pensam mais no poder que têm ou que queriam vir a ter, do que em zelar pelo bem da comunidade.

Sabe o que lhe aconselho? No dia de votar em consciência, vote em branco, pois nenhum dos politiqueiros marcolinos é digno do voto de um marcuense como eu e você.
No dia em que a ganância pelo poder acabar, tudo será mais transparente.

Ah!E os arbustos...talvez um politiqueiro saia do poleiro, arregace as mangas e os apare...mas espere sentado!

Cumprimentos
Leonor Caeiro
Leonor a 16 de Julho de 2012 às 21:24

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO