Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
11
Out 12
publicado por João Monteiro Lima, às 00:55link do post

Tal como já tinha pensado, aliás já o tinha transmitido a um Amigo natural da freguesia de Santo Isidoro, iria escrever sobre o que vou lendo por aí sobre a futura freguesia da Livração.

Noutras matérias já por cá escrevi opiniões contrárias às de Agostinho Baldaia ou às de pessoas que o acompanharam na lista, mas entendo que neste caso Agostinho Baldaia paga por ser coerente.

Tanto quanto me foi dado saber (tenho documentos a comprovar) a Assembleia de Freguesia deliberou estar contra a agregação, logo Agostinho Baldaia foi coerente ("solidário") com a vontade do órgão máximo da sua terra

Por outro lado, se Agostinho Baldaia votasse favoravelmente a proposta de Rui Cunha estaria a votar a favor da agregação com Toutosa, do nome de Livração e da sede da junta na actual Toutosa e votaria contra a decisão da Assembleia de Freguesia de Santo Isidoro.

Agora aparecem muitos habitantes de Santo Isidoro preocupados e irritados com a agregação com Toutosa, com o nome da futura freguesia e com o local da sede da futura Junta, mas, talvez, a maioria não terá participado no processo de decisão da posição da freguesia em relação à reorganizção administrativa.

Acredito que estes dias não estejam a ser fáceis para Agostinho Baldaia, mas uma coisa é certa, se as pessoas se demitem de participar depois não se podem queixar. Neste caso, Agostinho Baldaia está a ser vítima de ser coerente/ solidário com os representantes da sua freguesia. E agora estará a pagar o preço da sua coerência, e outros limitam-se a acusar mas poucos admitem que não fizeram a sua parte, que não participaram.

Tal como alertei, os deputados tiveram pouco tempo para decidir, mas a culpa de tal é dos líderes (ou substitutos) que assim decidiram em 3 de Outubro. 

Os líderes dos grupos tiveram conhecimento da proposta na tarde do Domingo (e se não transmitiram aos seus companheiros e ao partido, o problema é só deles), embora eu entendesse (e tivesse solicitado numa reunião realizada no dia 1 de Outubro, na qual não esteve presente o PS porque se demitiu) que a proposta do PSD deveria ser conhecida atempadamente.

Na reunião de líderes de dia 2 na qual não estive nem a Presidente da Junta de Toutosa, (nem o líder do grupo do PS), os líderes presentados ou representados (PSD, Marco confiante e PS - por esta ordem, Rui Cunha, Natalia Ribeiro e Rodrigo Lopes) acordaram que as propostas seriam apresentadas até Sábado.

Impõe a verdade que se diga que, pelo menos, desde dia 1 de Outubro, Rui Cunha, líder do PSD Marco estava disponível para apresentar a sua proposta.

Leio que um dirigente político do Marco (talvez por não saber o que decidiu a Assembleia de Freguesia de Santo Isidoro ou pior, por achar que tal decisão não tem valor ou não deva ter valor)acha que a freguesia de Santo Isidoro foi "humilhada", mas nem esse dirigente se manifestou (apenas votou) contra a proposta no seu todo nem contra o a agregação de Toutosa e Santo Isidoro, nem contra o nome de Livração e a sede da Junta em Toutosa.

Humilhação? Quererá dizer que Santo Isidoro é melhor que Toutosa?

Na política, tal como na vida, há que ser explicito e dizer o porquê de se ter esta ou outra opinião, pelo que se impõe que esse dirigente diga o porquê do termo "humilhação" (e veremos o que pensarão os seus camaradas de Toutosa dos argumentos que usará, se é que vai usar).

Também era bom saber como votariam se estivessem no lugar de Agostinho Baldaia.

Repare-se que apesar de Toutosa vir a ficar com a sede da eventual futura freguesia da Livração, a Junta de Toutosa votou contra a proposta, em solidariedade e coerência com a decisão da sua Assembleia de Freguesia. Agora só faltava crucificar a junta de Toutosa - por ter sido coerente com a Assembleia, e por não ter votado favoravelmente a proposta apresentada. Mas não me surpreenderiam. (E ainda houve quem me tivesse dito que se admitiria que a Junta de Toutosa pudesse ter votado de outra maneira)

Se eu fosse tão curioso como outros ex-dirigentes partidários perguntaria - o que pensará o líder do PS Marco sobre a agregação de Toutosa e Santo Isidoro, sobre o nome da nova freguesia (Livração) e a sede ser em Toutosa, freguesia onde tem raízes e à qual foi candidato em 2001. Mas não sou tão curioso

/Alertado por Isabel Colino, retificoa informação, quem representou o movimento de FT foi Natalia Ribeiro. Ás visadas apresento o meu pedido de desculpa/

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO