Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
20
Fev 13
publicado por João Monteiro Lima, às 00:55link do post | comentar

Recebemos de Jaime Teixeira o seguinte pedido de divulgação que se transcreve

 

Por um PS forte 

 

O PS, pela sua história, força, coerência e provas dadas, tem a obrigação de ser a alternativa para 2013. Sabemos que alguns socialistas não acreditam que seja possível a mudança e, por via disso, já não apostam no presente.
A designação do candidato do PS à Presidência da Câmara Municipal do Marco de Canaveses não está a ser mobilizadora dos militantes. Afinal, quando o candidato proposto pelos militantes apresentou a sua candidatura, desejava-se e esperava-se, que quem mais pretendesse ser candidato, reunisse também os seus apoios, apresentando-se a diretas, tal como previsto nos estatutos.
Essa seria a solução mais benéfica, pois iria transferir a decisão da designação do candidato para fora das “paredes” do partido, dando a voz aos militantes que são a verdadeira força do PS.
Os militantes que subscrevem este manifesto desejam envolver-se ativamente na campanha eleitoral, mas para isso, o Partido Socialista não pode ter medo de ouvir as bases, dando-lhes a voz e o poder de decidir quem representa o Partido Socialista no combate eleitoral que se aproxima.
Manifestam, por isso, total apoio ao candidato que vier a ser designado pelos militantes em eleições diretas, pois só assim se respeitam os Marcoenses e os socialistas do Marco

 

Subscrevem o documento 120 militantes socialistas

tags:

bom dia marcuenses, não entendo os comentarios do Jaime, primeiro quando o melo foi a primeira vez a votos empatou 14 a 14 depois voltou a segunda vez perdeu 19 a 13 aonde estavam os 120 militantes agora o Prf. Lino Tavares ganhou 27 a 1 então nao foi a maioria dos militantes da cpc que decidiu, depois andaram por aí a fazer recolha de assinaturas sem explicar aos militantes para que efeito era posso confirmar que é verdade, então onde esta a democracia de liberdade não é a cpc que dicide
Anónimo a 20 de Fevereiro de 2013 às 08:17

Acho que antes de tecer esse comentário devia estar informado primeiro, o engenheiro Jaime Teixeira não é responsável por este documento. E o doutor Artur Melo teve as votações que diz porque , infelizmente, há pessoas muito falsas e incapazes de ver que o projeto criado em 2009, tinha agora que ter continuidade, vai iniciar-se tudo de novo no PS. E sim os militantes, não só os da CPC, deviam ter uma palavra a dizer, todos deviam ter direito a escolher e não , alguns, e já agora façam uma reciclagem na CPC que bem precisam...
Maria a 20 de Fevereiro de 2013 às 18:59

Eu assinei , e sei bem o que assinei, assinava de novo e as vezes que fossem necessárias, se fosse possível. . . Faço parte dos 120, com orgulho. . .
Anónimo a 20 de Fevereiro de 2013 às 19:06


O único que se apresenou como candidato foi Artur Melo. Foi duas vezes a eleições dentro do orgão, Comissão Politica Concelhia, e na 1a vez empaptou, na 2a perdeu, claramente. Ou seja, não foi aprovado o seu nome como candidato. A federação, e o seu presidente decidiu, sempre em diálogo com o presidente do PS Marco, e outros militantes do concelho do Marco encetar uma resposta a este "problema". Não era possivel, nem compreensivel voltar a realizar novas eleições, e voltar a propor Artur Melo.. o Dr.Lino foi convidado pelo PS Marco e pela distrital. Convidado! Não tem que ir a primárias. O Dr.Lino é o rosto de uma candidatura forte, responsavel, motivada e de mudança. Infelizmente, alguns pseudo militantes, que estavam obstinados pelo poder ( mas que nunca lá chegariam, continuam a "bater no ceguinho". E arranjar pretextos, para levar a cabo o sonho de um .... Mas o mais hilariante é que agora falam em "ouvir"os militantes, mas eu pergunto, quando Artur Melo se propos a votos, alguém quis ouvir os militantes?!
Anónimo a 20 de Fevereiro de 2013 às 09:52

Queira saber que o prof. Lino só disse que sim se não tivesse que ir a diretas com alguém. . . O que seria justo. Já com medo de eleições . . . Faço parte dos 120 e fui bem informada do que estava a assinar. . .
Anónimo a 20 de Fevereiro de 2013 às 19:03

Caro João,
Pela primeira vez comento no teu blog porque o meu nome foi referido aqui várias vezes. De facto, como diz um leitor, não fui o responsável pelo documento mas sim 120 militantes, que já devem ser 130 ou 140, não sei ao certo. Cada um destes militantes quer muito apoiar o candidato que sair de directas, tal como em Santo Tirso, onde a Distrital impôs um nome (Joaquim Couto) a directas e este até ganhou. Se foi assim em Santo Tirso porque não no Marco?
A confusão que parece reinar em algumas cabeças menos esclarecidas é que este documento será reflexo de um qualquer movimento de apoio a Artur Melo! Isto é mentira! Este movimento é de apoio a directas! E sim, Artur Melo foi o único que teve a coragem, a ombridade de se apresentar com o apoio de 73 militantes que subscreveram a sua candidatura, entre militantes de base, elementos da concelhia e autarcas.
Se Artur Melo teve a coragem de se apresentar a directas porque é que mais ninguém teve a mesma coragem?
Se o partido está assim tão empenhado em apoiar Lino Tavares Dias, porque é que este não aceita ir ao sufrágio dos 540 militantes do PS e só aceita sujeitar-se a ser "ratificiado" pelos membros da concelhia quando estes já estão devidamente "domesticados"?
Ir a votos quando se sabe que se vai ganhar é muito fácil e quem tem medo que fique em casa...
E só mais uma nota, se Artur Melo perdeu, como dizem aguns iluminados, quem é que ganhou? É que, formalmente o actual vereador do PS ganhou com 14 votos primeiro e 13 depois. Politicamente é que decidiu não avançar porque foi traído miseravelmente por quem pela frente disse que votaria nele.
Jaime Filipe Teixeira a 21 de Fevereiro de 2013 às 11:26

Ó engenheiro Jaime Teixeira, as directas justificavam-se se fosse para ter um candidato melhor, para pior já basta assim. . .
Anónimo a 21 de Fevereiro de 2013 às 20:00

Caro JaimeFTeixeira,
Só mesmo o senhor para me fazer rir. Então afirma que é muito fácil ir a votos sabendpo de antemão que já venceu... pelo que escreveu foi o que aconteceu com o Artur Melo (pensava que tinha a CPC toda controlada), só que alguns que ele pensava que iriam votar a favor ... abstiveram-se.
Outro ponto importante que referiu foi o facto do Artur Melo não ter perdido... janhou nas duas vezes... só que se demitiu.
Bém. então não tem o direito de se andar a lachechar pelos "cantos" e pelo seu Blog oficial, onde alguns meus comentários não foram tornados públicos - são os tais democratas!

Abraço amigo,
Alves dos Santos a 21 de Fevereiro de 2013 às 20:31

Muitos assinaram sem saber o que assinavam... confiando nos militantes do próprio partido..... Lino foi aprovado por larga maioria pela CPC eleita pelos militantes (é bom não esquecer)
Anonimo a 20 de Fevereiro de 2013 às 22:29

Esta das assinaturas, só foi possível pela cegueira que paira aqui pelo Marco. Senhores mentores destas e doutras iniciativas, ajudem o Sr. Melo a sair de cabeça erguida, não o enterrem mais. Percebe-se que ele esteja obstinado, mas os amigos têm a obrigação de não o sujeitar a certas humilhações. (Lá diz o ditado diz-me com quem andas que te direi quem és).
Anónimo a 21 de Fevereiro de 2013 às 12:10

Infelizmente concordo plenamnete de que o Artur Melo, esteja a ser "levado" por alguns que se julgam iluminados a ter estes comportamento. E acredito que daqui a alaguns anos, o Artur Melo, se vá envergonhar destes comportamentos que tem tido.
Já percebemos todos, que o Artur perdeu na votação, alías nas duas votações, mesmo sem outro candidato, e já percebemos que o Partido a nível local e distrital entendeu que ele não seria a solução para o quadro politico das autárquicas. E já percebemos que alguns, como Jaime, andam obcecados a tentar arranjar desculpas esfarrapadas, para aquilo que é mais do que óbvio. E mais, sei de militantes que assinaram sem saber o que assinavam, e outros que assinaram porque nunca ouviram " a novela" toda..só a parte que o Artur e os seus servos contam..continuam a querer controlar a informação. Quando a experiência recente já lhes devia ter dado uma lição! O caracter das pessoas vê-se naqueles que têm opinião própria, e naqueles que votam de braço no ar, ou dizem as verdades em sede do partido, mesmo que estas sejam inconvenientes, naqueles que hoje estão calados ou se afastaram, mesmo tendo muito que dizer! Mas que a bem do partido nunca vieram para a praça pública lavar roupa suja. Esses, estão disponíveis para lidar com as adversidades e lutar pelo bem do Marco. Esses estão desiludidos com muitos pseudo militantes, que deixam que os interesses pessoais anulem os interesses partidários. Esses ao contrário de outros, não querem protagonismos e continuam na sua luta pelo Marco.
Anónimo a 23 de Fevereiro de 2013 às 12:08

Tão bons esses que até assinam o nome...
Telmo a 25 de Fevereiro de 2013 às 11:20

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO