Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
25
Mar 13
publicado por João Monteiro Lima, às 12:55link do post | comentar

Na semana passada dois assuntos me desagradaram . Um deles foi a tomada de posição de três partidos sobre a decisão de um Tribunal de não permitir a candidatura de autarcas em finais de 3º mandato a outros municípios e o outro foi a revolta de alguns pela participação de Sócrates na RTP.

Sobre o primeiro partilho da opinião que se a lei refere que só podem ser feitos 3 mandatos, mal ficam os que se sujeitam a ir para a outra terra e continuar a sua actividade autárquica. O caso que veio a publico, foi o de Fernando Seara (figura com a qual simpatizo pelo que fui conhecendo das suas aparições na televisão, embora sejamos de clubes diferentes), mas existem outros, sendo que serão todos (ou quase) do PSD e do PCP. 3 mandatos são 3 mandatos e a lei deveria ser inequívoca e dizer 3 mandatos consecutivos em qualquer concelho, ou algo do género, se é que essa é a vontade do "legislador". Quem tem candidatos nestas circunstâncias dirá que a lei a ser entendida assim, "castra" os direitos dos cidadãos, mas melhor ficariam não se sujeitassem a tais situações. Assim fizeram PS e BE.

Sobre a participação de José Sócrates num programa de televisão, não percebo o porquê de não poder participar. Se hoje assistirmos a um qualquer programa sobre política vemos que os comentadores são quase sempre os mesmos e alguns tiveram no passado responsabilidades governativas mas para a participação desses não se ouve qualquer revolta. Voltando a José Sócrates, deixem-no regressar, ouçamos o que tem para dizer da mesma forma que ouvimos tantos outros.

Mas também não ouço qualquer revolta como facto de, nos principais órgãos de comunicação social, estarem representados (quase sempre) apenas 3 partidos políticos. Repare-se que dificilmente temos um comentador do BE ou PCP. E ao que me parece estes dois partidos representam cerca de 20% do eleitorado. Alguém que tenha subscrito a petição para a não participação de Sócrates na RTP que crie uma petição para que todos os partidos estejam representados em igual número nas rádios, nos jornais e nas tv´s.


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO