Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
03
Abr 13
publicado por João Monteiro Lima, às 00:55link do post | comentar

Recebemos de Agostinho de Sousa Pinto o seguinte pedido de divulgação do blog "Marco Sentido".

Pela qualidade dos autores (Agostinho Sousa Pinto, Cristina Vieira, João Valdoleiros, Jorge Valdoleiros, Miguel Carneiro, Rolando Pimenta e Tiago Moreira) se percebe que será um espaço a acompanhar diariamente.

 

Este é um espaço aberto à sociedade marcoense. O Marco Sentido aparece num contexto de necessidade de mais e melhor opinião, de conteúdo e de informação acerca do Marco de Canaveses.

 

O Marco Sentido pretende dar a todos os leitores a oportunidade de se expressarem; dar a cada um a liberdade de refletir sobre o que se apresenta e discute.

 

Neste novo blog marcoense, os comentários são moderados, pelo que se apela ao bom-senso e à responsabilidade de todos os que desejam deixar a sua marca

 

http://marcosentido.wordpress.com/

 

tags:

Caro António Silva

Penso fazer a interpretação correta deste seu grito de alma, "façam alguma coisa pelo Marco".
Não tenha a mínima dúvida que os verdadeiros socialistas, militantes ou não, têm como primeiro objetivo realizar trabalho político digno em prol dum Marco melhor de modo a serem reconhecidos pela sua obra, que não pela sua retórica.
Pretendem também ajudar com a sua atitude de luta política transparente séria e honesta, ajudar todos aqueles, que por pouco esclarecidos e, ou levados no logro da mentira, vislumbrem o aparecimento dum qualquer D. Sebastião.
Não me ficaria bem recordar-lhe o que desde há longos anos muito tenho feito pelo Marco e não seria agora que aceitaria trilhar diferentes caminhos, que não fossem aqueles sempre percorridos por mim. A defesa intransigente duma terra que desde há mais de 65 anos tomei como o meu berço natal.
E como o Povo usa dizer "diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és", logo poderá daqui retirar as suas conclusões.
Os meus melhores cumprimentos
João Valdoleiros
João Valdoleiros a 3 de Abril de 2013 às 19:35

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO