Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
30
Mar 09
publicado por J.M. Coutinho Ribeiro, às 23:23link do post | comentar

 

Novo outdoor de Avelino Ferreira Torres. Onde se demonstra que o gerente do stand pode ser o mecânico e o vendedor, simultaneamente. (Via MarcoHoje, que continua na linha da frente no que respeita a "cachas" da campanha de AFT).


Este out-door é de uma indigência intelectual e comunicacional como não me lembro ver. Mas provavelmente não serei o melhor avaliador...
José Carlos Pereira a 30 de Março de 2009 às 23:35

Resta saber se não é eficaz...

Como diria o meu prof. de Publicidade "Aqui está uma publicidade com muito ruído".
Tiago M. a 31 de Março de 2009 às 18:55

Lá isso é...

Verdadeiramente é muito difícil qualificar este tipo de 'propaganda' politico/publicitária... Caro CR , sei bem o que quer dizer mas se isto for eficaz definitivamente estamos muito mal por Marco de Canaveses... Sejamos optimistas.
Nuno Pinto a 31 de Março de 2009 às 00:31

Esta fez-me lembrar uma coisa que, no princípio do mandato de Manuel Moreira, lhe disse (a ele) numa reunião do Conselho Consultivo do PSD-Marco. Que eled nunca perdesse de vista que AFT tinha ido para Amarante, mas que os marcuenses tinham ficado no Marco.
E isto não tem nada contra os marcuenses, em que orgulhosamente me incluo - até porque, para além de nascido no Marco, continuo a votar no Marco. Tem a ver com uma escola política que não desapareceu.

Os marcuenses escolherão e terão os autarcas que quiserem, mas desta vez sem escusas de ter 'comprado gato por lebre'... As aguas estão mais límpidas que nunca, no que às escolhas politicas diz respeito... Que ninguém escuse a sua responsabilidade de decidir e , se for o caso, que assuma a sua escolha com clareza.

Agora, meu caro Nuno Pinto, fez-me rir. Onde está, afinal, a diferença entre esta eleição e as outras? Tal como antes, também agora é possível comprar gato por lebre.
Folgo vê-lo tão empenhado numa candidatura. Eu continuo à espera de ser convencido...

Caro CR o facto de o ter feito rir tenho-o como um elogio. É certo que não tenho experiência politica nenhuma, então comparada com a do meu Caro... Coisas sem comparação... Mas por vezes não podemos insistir em estar 'no meio da ponte' à espera que o 'vento sopre' e nos leve a seu belo prazer. Por vezes é preciso atravessar a ponte e definir um caminho, uma opção... Foi o que fiz e em consciência. Folgo, igualmente, que esteja tão empolgado com o meu apoio a Norberto Soares. Quase que retoricamente , já agora, em 2009, por quem se empolga politicamente o meu Caro? Ao contrário do meu Caro, mesmo percebendo pouco ou nada desta coisa chamada politiques, acho que esta campanha é diferente de todas as outras, não pelos meios usados (esses serão os mesmos), mas pela ampla e clarificadora possibilidade de escolha. O resultado será o mesmo de sempre? Vencerão as 'máquinas de propaganda' do costume? Não sei, espero que não e quero acreditar que não... Acredito que Norberto Soares conseguirá fazer diferente no futuro e sem tibiezas quanto ao passado. Por esse passado já ele foi sufragado em 2005 e bem sabemos todos quem era o verdadeiro 'pai' desse passado...

O facto de eu ter rido não tem a ver com elogios, caríssimo. Achei piada à expressão de comprar gato por lebre. É que os candidats são como os melhões: só depois de abertos sabemos como são.
Quanto ao mais, fico contente por vê-lo empolgado. Sei o que isso é é bom saber que a política ainda desperta entusiasmos e apoios de pessoas que o fazem por convicção.
Qunato às minhas definições, o mais provável é que - como já disse por várias vezes, talvez noutros locais - nem sequer me dê ao trabalho de votar em qualquer das eleições deste ano. Estou farto. É claro que ainda posso mudar de ideias. Não me esqueço de que nas últimas autárquicas só decidi em quem votava precisamente no último dia.

Meu Caro há alguns melões que não é necessário abri-los para verificar o que lá vai dentro, sabe-o você melhor que eu... Outros sim, concordo só depois de abertos é que se podem tirar conclusões. Empolgado eu? Acho que tenho de moderar a escrita ou não me fiz entender bem: acredito que Norberto Soares seja a melhor solução para a Câmara e defenderei essa opção em qualquer espaço público que participe. Nada mais e já não é pouco. Há quatro anos o meu caro votou, disso estou certo, pois era eu o Presidente da Mesa de Voto, em quem não sei, mas imagino... Quanto a colocar a possibilidade de nem votar em 2009, no que às autárquicas diz respeito recordo-lhe o lema que os Meus Caros usam como subtítulo deste blog: 'E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado. '

Meu caro:
Já me enganei vezes suficientes para não estar tão certo quanto aos melões por abrir :-)
Quanto a votar, tudo decorre do imenso desencanto que a vida política me traz. E isto nem sequer tem muito a ver com o Marco - é um sentimento que tem a ver com tudo e que me leva a questionar o próprio regime.
Quanto ao assobiar para o lado, há várias formas de não o fazer.

De uma coisa já tenho a certeza, para o ciclo de eleições que se avizinham , para o parlamento europeu e para as legislativas não contem com o meu voto, ou seja o meu voto será em branco e votar em branco, na minha modéstia opinião , é mostrar um cartão vermelho a toda esta classe política.
"Branco mais branco não há"
Cristiano a 31 de Março de 2009 às 14:22

Não votar mostra ainda mais desprezo.

É preocupante, que após todos estes anos, este Sr. insista num registo quase angelical....por que boca nos vem Deus falar! É dado adquirido que AFT não vai ganhar as eleições...o Marcoense é cidadão inteligente e bem formado, o suficiente para não compactuar com a tentativa de criação de um regime de show off , que na realidade...
Creio na sapiência do Marcoense como forma de progressão salutar, acente em valores coerentes e muito acima do atestado de ignorância que AFT nos procura passar com a sua recandidatura. Sr. AFT , o Marcoense é exigente, será que conseguirá estar à altura?
Diogo Oliveira a 31 de Março de 2009 às 17:45

Não podemos esquecer que o homem ganhou eleições durante mais de duas décadas. Terão os marcuenses mudado? Ou não?

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO