Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
23
Set 09
publicado por João Monteiro Lima, às 21:00link do post | comentar | ver comentários (1)

Entrou hoje na caixa do correio dos marcoenses mais uma edição do jornal de campanha da candidatura do PSD. O destaque desta edição vai para António Coutinho, 1º candidato à Assembleia.

Coutinho aborda alguns aspectos do funcionamento da Assembleia. Fala das Assembleias fora dos Paços do Concelho, das transmissões das Sessões via Rádio Marcoense e da Assembleia de Jovens e do Projecto "Escola Feliz".

Não fala dos avanços ao nível de alteração do regimento, da iniciativa sobre a revitalização da linha do Douro no troço Barca D´Àlva até ao Pocinho. Possivelmente porque estes assuntos foram suscitados por pessoas de outros partidos.

Não ingenuamente na página 3 do referido jornal, lá vem o destaque para uma alegada "Aposta na Educação", e lá voltam à carga com o Projecto "Escola Feliz" reproduzindo fotografias da entrega dos materiais em escolas do Concelho.

O projecto "Escola Feliz" é suposto ser um projecto suprapartidário, assim não deveria ser utilizado para fins eleitorais. Também nada ingenuamente trazem uma declaração Ana Cristina Valente, "madrinha" do projecto e ... candidata do PSD à Assembleia.

A intenção do texto é tal que começam da seguinte forma: " O ensino é uma área prioritária para a candidatura social-democrata à Câmara Municipal de Marco de Canaveses. Existem projectos estratégicos para a intervenção nesta àrea - a "Escola Feliz" é um exemplo relevante".

Poderia rebater o que apelidam como "aposta na educação", mas isso fica para outro texto. Agora fica o registo que o PSD tenta aproveitar-se de algo que deveria estar acima dos partidos e abre o precedente para que os outros partidos façam o mesmo. É pena.


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO