Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
12
Jan 09
publicado por J.M. Coutinho Ribeiro, às 00:28link do post | comentar | ver comentários (4)

Foto do jornal A Verdade: o Jardim Municipal, com neve, por estes dias

 

Confirmam-me que, efectivamente, o Jardim Municipal pode vir a sofrer grandes alterações. A acontecer, será no âmbito da requalificação das ruas que ligam a rotunda dos Bombeiros à rotunda de Tuías e insere-se no plano mais vasto da regulação do trânsito na cidade.

Não conheço o projecto. Por isso, não sei que tipo de intervenção irá sofrer o Jardim. Tanto quanto me dizem, será ali colocado um parque automóvel subterrâneo, o que poderá implicar a supressão de um dos seus três patamares.

Calculo que, a confirmar-se, haverá muito quem proteste. Não sei se será caso para tanto. Só vendo. E isto, porque não sou dos que - quase todos - reagem sempre mal às mudanças. Não sou dos que acham que os espaços devem manter-se eternamente. Daí que tenha sido dos poucos que não clamaram contra as alterações na Av. dos Aliados, no Porto. Gosto mais da avenida assim, que hei-de fazer?

O Jardim Municipal é, hoje, um sítio pouco frequentado, tirando aquelas semanas de Verão em que há as tasquinhas. Há que aproveitá-lo melhor, requalificando-o, tornando-o um sítio mais apelativo e que seja apelativo todo o ano.

Não sei de quem é o projecto. Não me preocupo com isso, a não ser no que respeita à qualidade. E também não estou preocupado com o facto de não ser um projecto dos técnicos da autarquia. Não tem que ser. Como em todas as profissões, há pessoas que estão mais vocacionadas do que outras para determinados tipos de intervenção. Não sei se é o caso.

De qualquer modo, importa recordar: para construir a Igreja de Santa Maria, encomendou-se o projecto a Sisa Vieira. Ora, os arquitectos da autarquia também devem saber fazer uma igreja. Mas hoje ninguém questiona o acerto da escolha, pois não?

 


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO