Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses. Pontos de vista muitas vezes discordantes, excepto no que é essencial. E quando o essencial está em causa, é difícil assobiar para o lado.
10
Mai 09
publicado por João Monteiro Lima, às 19:30link do post | comentar | ver comentários (7)

Circula há uns dias a revista municipal, que embora mais pareça uma revista do candidato Manuel Moreira (até pelo sugestivo título "3 anos de mudança tranquila), era suposto ser a revista da actividade municipal.

Neste ponto, as diferenças entre o anterior executivo do CDS e o actual do PSD são poucas. É certo que ainda não modificaram a cara de ninguém como fizeram na última revista do tempo do CDS, mas as alusões a obras e obrinhas (sempre com a presença de Manuel Moreira) bem como o longo discurso proferido aquando da visita do Presidente da República levam o leitor ao desespero.

Mas pior do que o desespero por tamanha procura de "mostrar obra" é a inqualificável inclusão de uma obra que ainda está a decorrer. Refiro-me ao arranjo da sede da JF do Freixo. Na referida revista é mencionada a obra como estando concluída, mas uma rápida deslocação à freguesia basta para percebermos que obra ainda decorre. Os andaimes, as telhas e a areia no chão comprovam que a obra ainda não acabou.

Já em tempos, na Assembleia Municipal, referi que a informação escrita do Presidente da CM fazia futurologia, pois dava como prontas obras ainda em curso. A CM não aprendeu com o erro e agora na revista municipal volta a cair no mesmo erro.


31
Mar 09
publicado por José Carlos Pereira, às 20:10link do post | comentar

Foi em 31 de Março de 1852 que foi criado, por decreto de D. Maria II, o concelho de Marco de Canaveses, que resultou da anexação dos concelhos de Benviver, Canaveses, Soalhães, Portocarreiro e parte dos de Gouveia e Santa Cruz de Riba Tâmega.

Uma data festiva e que traz consigo também uma elevada responsabilidade, sobretudo se quisermos preservar o passado de 157 anos através da construção de um futuro melhor para as novas gerações.

A história do concelho pode ser consultada aqui.


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO